Prato japonês na tigela – Donburi

Nestes dias de reclusão tenho me dedicado muito a descobrir e testar novos pratos e não sei se todos sabem, mas  tenho um amor especial pela comida asiática. E, entre as minhas buscas e descobertas, encontrei um prato chamado Donburi, que fiz e foi aprovadíssimo. Então vamos à receita.

Donburi, literalmente tigela, freqüentemente abreviado para “don”, é um prato japonês de arroz na tigela, contendo peixe, carne, vegetais ou outros ingredientes parecidos juntos, servidos em cima do arroz. Este prato é servido em um vasilhame que também é chamado de donburi, que é uma tigela maior do que o chawan normalmente usada para servir arroz.

O molho varia de acordo com a estação, ingredientes, região e gosto. Um molho típico pode consistir de dashi misturado com shoyu e mirin. A proporção varia, mas normalmente adiciona-se três ou quatro vezes mais dashi do que shoyu e mirin.

Para o oyako donburi, recomenda-se misturar o dashi com shoyu light, shoyu tradicional e açúcar. Já para o gyudon, é recomendável misturar água com shoyu tradicional e mirin. Em muitos restaurantes, o termo “donburi” aplica-se a quase todo tipo de comida, especialmente peixe cru fatiado, servido em cima do arroz.

Tempo de preparo: aproximadamente 1 hora.

INGREDIENTES

1 cebola
1 cenoura
1 pedaço de alho-poró
½ pimentão verde
½ pimentão vermelho
1 xícara (chá) de shitake
1 xícara (chá) de shimeji
½ xícara (chá) cogumelo portobello
½ xícara (chá) cogumelo-de-paris
1 xícara (chá) de brócolis
1 colher (sopa) de manteiga sem sal
Azeite extra virgem
1 colher (chá) de alho moído
1 colher (chá) de beni shoga (conserva de gengibre – veja a receita no vídeo), mas se não quiser colocar tudo bem
1 pedaço de gengibre em tiras
pimenta do reino a gosto
sal (somente se for necessário)

PARA O MOLHO
1 colher (sopa) de shoyu
1 colher (chá) de hondashi
1 colher (chá) de sakê mirim
5 colheres (sopa) de água
1 colher (chá) de amido de milho dissolvido em um pouco de água
1 colher (chá) de óleo de gergelim

MODO DE PREPARO

1. Corte os legumes, primeiro a cebola ao meio e depois em tiras largar. Agora os pimentões: tire as sementes, corte ao meio, depois em tiras, e por fim em  cubos, não muito pequenos pois é preciso sentir os pedaços quando estiver comendo. Descasque da cenoura e corte ao meio e depois em fatias bem finas na diagonal; isso dá um toque mais bonito.

2. Fatie os cogumelos, shimeshi, shitaki , portobello e paris. Nunca lave os cogumelos, apenas   limpe-os com um papel toalha.

3. Agora é a hora do alho-poró corte também na diagonal e em seguida em fatias não muito finas.

4. Separar o brócolis em floretes.

5. Em uma frigideira antiaderente aquecida coloque uma colher de manteiga com um fio de azeite extra-virgem. O azeite é bom para não deixar a temperatura subir muito e queimar a manteiga.

6. Coloque o gengibre em tiras e o alho, eles  vão trazer um sabor ainda mais especial ao prato.

7. Adicione todos os cogumelos e refogue por alguns minutos, não muito, eles não devem perder a textura. Em seguida junte a cenoura, lembrando que  o tempo de cozimento deste legume é maior.

8. Hora de adicionar a cebola e os pimentões, deixando-os cozinhar também por alguns minutos. Na sequência coloque o alho-poró e o brócolis.

9. Misture tudo para envolver todos os sabores, mas com cuidado para não quebrar os floretes do brócolis.

10. Coloque as 5 colheres de água para ajudar no cozimento.

11. Assim que perceber que a água começar a ferver, junte o Hondashi e cozinhe até os legumes ficarem ao dente.

12. A colher de chá de beni shoga  (uma conserva de gengibre – veja o vídeo da receita) entra nesse momento, e não é  para cozinhá-la. Se não tiver o beni shoga pode usar o gengibre sem casca ralado, pouco pois já colocamos tiras dele no início.

13. Tempere com pimenta – do – reino moída no hora e uma colher de shoyu.  Acerte o sal. Se achar que falta sal, pode também acertar com hondashi, shoyu ou o próprio sal.

14. Dissolver uma colher de chá de amido de milho em um pouco de água.

15. Para um sabor especial oriental entre com o óleo de gergelim. Mas cuidado não coloque muito senão ele roubará todos os demais sabores.

ARROZ JAPONÊS- Gohan

Em vez de ficar soltinho, fica grudado. Não é refogado, mas antes de ir para a panela precisa ser bem lavado, veja o video para saber como lavar. O sabor é bem neutro – nem sal vai – o que faz dele o acompanhamento perfeito para as receitas que levam shoyu.

INGREDIENTES PARA O ARROZ JAPONÊS

2 xícaras (chá) de arroz japonês
2 xícaras (chá) de água

MODO DE PREPARO DO ARROZ JAPONÊS

1. Em uma peneira, lave o arroz sob água corrente até a água sair menos branca – é essencial lavar para deixar os grãos mais grudadinhos. Lave com cuidado para não quebrar os grãos. [veja o video] Transfira para uma panela pequena e cubra com a água.

2. Leve ao fogo médio e deixe cozinhar até começar a ferver. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por mais 15 a 20 minutos com a tampa fechada, ou até o arroz absorver toda a água – ele fica levemente úmido e bem grudadinho.

3. Desligue o fogo, mantenha a panela tampada e deixe o arroz terminar de cozinhar no próprio vapor por mais 5 minutos. E depois com cuidado solte os grãos para não formarem umas pelotas.

Veja no video algumas dicas de como preparar o arroz japonês.

MONTAGEM DO DONBURI

Coloque uma porção de arroz numa tigela (donburi, que é uma tigela maior do que o chawan normalmente usada para servir arroz) e depois coloque por cima  os legumes. Finalize com cebolinha picada bem fina.

ESTANTE GASTRONÔMICA

Quem conhece cozinha no Brasil já ouviu falar de Mari Hirata. Chef, professora de cozinha e pesquisadora, Mari conciliou a tradição herdada da família japonesa com a alegria e a informalidade brasileiras.

CONFIRA AQUI

Este livro traz um retrato social da China através da culinária. Pouco depois de se formar em jornalismo, Jen Lin-Liu deixou os Estados Unidos e se mudou para a China, contra a vontade de sua família. Para entender o país de seus antepassados, escolheu o caminho da comida e estudou desde os quitutes mais tradicionais até os banquetes exóticos.

CONFIRA AQUI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s